domingo, 18 de Outubro de 2009

Formas de educação não formal - TSOLife

excerto do livro de Ivan Illich, "Sociedade sem escolas", onde o mesmo fala criticamente sobre a educação nas sociedades contemporâneas.

"A educação universal por meio da escolaridade não é possível. Nem seria mais exequível se se tentasse mediante instituições alternativas criadas segundo o estilo das escolas actuais. Nem novas atitudes dos professores para com os seus alunos, nem a proliferação de novas ferramentas e métodos físicos ou mentais (nas salas de aula ou nos dormitórios), nem mesmo a intenção de aumentar a responsabilidade dos pedagogos até ao ponto de incluir a vida completa dos seus alunos, teria como resultado a educação universal. A busca actual de novos canais educativos deverá ser transformada na procura do seu oposto institucional: redes educativas que aumentem a oportunidade de cada um transformar cada momento da sua vida num outro de aprendizagem, de partilha e de interesse."

Ao estar na escola constato que, de facto, a instituicionalização das escolas contribui em larga escala para a institucionalização da sociedade. Há outras formas de aprendizagem, formas mais livres e por isso deixo aqui alguma informação sobre the travelling school of life.

A"The travelling school of life (TSOLife) é uma rede global de comunicação entre pessoas que querem partilhar os seus conhecimentos e recursos. Promove a relação entre pessoas e a criação de programas de ensino independentes de instituições formais e com metodologias geralmente diferentes das usadas nas universidades, escolas e cursos de formação. Esta é uma ferramenta prática para fazer chegar informação e conhecimentos, através de relações sociais directas, a pessoas de todo o mundo interessadas em ensinar e aprender. É possível escolher o que se quer aprender, quando, com quem, de que maneira e com os objectivos desejados.

Quando viajamos encontramos novas situações, pessoas e descobrimos diferentes perspectivas de vida. Neste contexto "viajar" não equivale a "turismo", mas sim À participação e estabelecimento de relações de respeito para com o meio envolvente. Os viajantes da TSOLife auto-organizam-se na crescente comunidade virtual e vão-se conhecendo através de encontros e do website.
Em www.tsolife.org é possível encontar pessoas de todo o mundo com interesses semelhantes e publicar as ideias e projectos. A experiência de aprendizagem é voluntária e sem obrigações. A rede TSOLife organiza-se em dois níveis: O nível global, através da internet, e o nível regional, que forma uma base sólida para o funcionamento global da rede.
Todos os intervenientes do processo de partilha de competências e conhecimento devem estabelecer entre si as condições da aprendizagem, tendo como base a educação sem fins lucrativos.Por outro lado, os materiais e outros recursos custam dinheiro, pelo que a redução dos custos das actividades é uma prioridade.

www.tsolife.org

Sem comentários:

Enviar um comentário